15 de fevereiro de 2011

Somos ramos da mesma Árvore



Sempre admirei esses seres vivos maravilhosos que são as Árvores. Nascem através de algo tão pequeno e simples como uma semente mas podem crescer mais do que a altura de uma casa. São também um abrigo para muitos outros seres vivos e com as suas raízes profundas conseguem manter a terra e através dela dar vida a novas plantas, a novas árvores.
Por tudo isto não foi surpresa para mim quando em mais uma viagem que fiz, olhando no horizonte para a Floresta nos imaginei aos dois como árvores. Duas árvores que nascem separadas mas que se vão erguendo em direcção ao Sol lançando os seus ramos para os lados, para cima ou para baixo mas crescendo sempre. Um dia o Vento agitou os ramos das duas árvores e pela primeira vez tocámo-nos e sentimos algo novo, um fruto que nascia. E através desse fruto percebemos que afinal não estávamos em árvores separadas mas constituíamos ramos de uma mesma árvore, ligados desde o inicio dos tempos.

1 comentário:

anaritapsicologicamente disse...

A nossa união é a nossa força... o nosso encontro único é a nossa energia... Graças dou por os nossos ramos frágeis se terem encontrado e terem ganho força e brilho para dele nascerem folhas de história e frutos de amor... :)